CONFERÊNCIA LIVRE EPIDEMIOLÓGICA DE DST/AIDS NO DF

CONFERÊNCIA LIVRE EPIDEMIOLÓGICA DE DST/AIDS NO DF

Deputada Celina Leão do (PPS), participou nesta tarde (29), da Conferência Livre – Situação Epidemiológica de IST/AIDS no Distrito Federal. A Conferência ocorreu na sala de Comissões da Câmara Legislativa, para discutir as medidas de enfrentamento por parte do Poder Público e da Sociedade Civil.

O Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, 1º de dezembro, tem se consolidado como uma data cada vez mais importante para alertar a população de todo o mundo sobre os riscos e a necessidade de prevenção, diante do crescente aumento das infecções Sexualmente Transmissíveis em todos os setores da sociedade.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o número de casos de HIV/AIDS tem se mantido na média nos últimos cinco anos, porém, mostrou um leve aumento na faixa etária de 15 a 29 anos. Em 2016, um total de 936 casos de HIV/Aids foram notificados pela pasta, sendo 617 diagnósticos do vírus e 319 que chegaram a ter Aids, que é o efeito da infecção pelo HIV. A maior parte dos casos foi em homens: 791 casos.

A deputada Celina Leão, destacou durante a Conferência, que é também uma responsabilidade do Poder Legislativo, todos os problemas que estão ocorrendo neste momento, em relação a AIDS no Distrito Federal. Ressaltou a falta de medicamentos para os portadores da doença e também o novo modelo de atendimento que, segundo os pacientes e os servidores da Secretaria de Saúde, não atende a este público, que necessita de uma assistência especifica.

Durante a Conferência, a distrital se colocou à disposição para a liberação de emendas parlamentares para a compra de medicamentos contra a AIDS e se comprometeu ainda, em fiscalizar os desmontes que estão ocorrendo nos centros de referências para os portadores de HIV.

A Conferência organizada pela Procuradoria Especial da Mulher, Defensoria Pública do Distrito Federal e Conselho dos Direitos da Mulher e Sociedade Civil, contou também com a participação do gerente de Controle de Doenças Sexualmente Transmissíveis da Secretaria de Saúde, dr. Sérgio D’ávila e representantes da ONG Arco-íris.

 

Assessoria de Imprensa da deputada Celina Leão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close