Debate sobre a Reforma Tributária com o setor atacadista lota plenário da CLDF

O setor atacadista gera cerca de 30 mil empregos diretos e indiretos no Distrito Federal

Nesta quarta-feira (19), o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (PRB), realizou uma audiência pública que lotou o plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal para falar da Reforma Tributária com o setor atacadista. A proposta visa gerar mais empregos e economia para os brasilienses e o fortalecimento da vocação do Distrito Federal com o polo logístico do Brasil.

Dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Coodeplan) mostram que atualmente são mais de 337 mil pessoas desempregadas. “O Distrito Federal é a unidade da federação com o maior índice de desemprego do País. A proposta da Reforma Tributária visa baixar os impostos para os empresários, gerar mais empregos e valorizar a economia”, disse Delmasso.

Segundo o presidente da Câmara de Tributação da Fecomércio, Charles Dickens o setor atacadista gera 30 mil empregos diretos e indiretos com mais de 570 empresas no DF. “ O atacado em Brasília ao meu ver é um setor que tem potencial de crescimento em processo de consolidação. O setor contribui com aproximadamente 20% de todo o ICMS do DF e corresponde a cerca de $1,5 bilhão de reais em arrecadação”.

Participaram do debate o presidente do Sindicato do Comércio Atacadista do DF (Sindiatacadista-DF), Júlio César Itacaramby; o presidente da Câmara de Tributação da Fecomércio, Charles Dickens; o assessor especial Adalberto Imbroisi, representando o secretário de Estado e Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão do DF, André Clemente; o secretário executivo Espedito Henrique de Souza Júnior, representando o Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico do DF, Ruy Coutinho; o advogado do Sindiatacadista, Jaques Veloso e o diretor tributário do Sindiatacadista, Álvaro Júnior.

No próximo semestre, haverão audiências com os setores de: serviços, indústria, automotivo, shopping center e tecnologia da informação. Em dezembro, Delmasso realizará uma sessão solene para entregar a proposta da reforma tributária ao governador do DF, Ibaneis Rocha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: